21/03/13

...

carlos nunez
... sabes,

tudo permanece igual: o amor, a urgência de ti, o bater descompassado do peito, o gemido breve a marcar os dias que caem um a um... cheios de palavras e tantas músicas...