02/08/12

...

carlos nunez
... como se a ausência tomasse conta do silêncio e preenchesse cada poro da minha pele.
como se a minha boca e a tua não fossem mais do que fagulhas ao vento...
... e eu de olhos abertos - serenos e molhados - na esperança de que o dia ilumine a sombra. ou um brilho que rasgue a escuridão...